sábado, maio 18, 2024
HomeNoticiasImportância da cevada na alimentação vegana

Importância da cevada na alimentação vegana

Você já parou pra pensar na importância da cevada nas dietas veganas? Muitas pessoas atrelam o insumo somente à fabricação de cerveja, mas como explica o empresário Flavio Giusti, a cevada pode ser muito versátil quando aplicada na filosofia alimentar do veganismo, uma vez que é um alimento que possui diversos benefícios para a saúde. Por isso, se possui interesse ou curiosidade no assunto, leia o artigo até o final e saiba tudo sobre esse alimento.

Vamos entender primeiro de onde surgiu a cevada? O alimento se trata de um fruto, sendo uma planta de colheita anual que era muito cultivada pelos africanos e asiáticos, pelo fato de que era mais acessível que o trigo e, por isso, preferida entre as populações. O amante de culinária Flavio Giusti acrescenta que na Grécia e Roma antiga o alimento era muito consumido por atletas, devido sua composição enérgica. 

Quais seriam os seus benefícios?

A cevada é um alimento muito benéfico para manter o bem-estar no nosso corpo. Podemos mencionar, de imediato, que o alimento é rico em fibras alimentares, por isso é considerado um cereal. Sendo vegano há 10 anos e utilizando de suas habilidades culinárias para influenciar pessoas a serem adeptas ao veganismo, Flavio Giusti vê na cevada um grande potencial antioxidante, visto que possui minerais tal qual o selênio.

Além disso, é válido citar que a cevada possui baixo teor de gordura e é livre de colesterol, o que combate diversas doenças como as cardiovasculares. Sendo assim, seu consumo está muito relacionado também com o ganho de massa muscular, por conta do ferro e do potássio, que ativam a fabricação de novas proteínas. Para Flavio Giusti, a cevada também auxilia na prevenção da osteoporose, uma vez que possui cobra e magnésio, minerais que fortlecem os ossos na pós-menopausa.

Como pode ser incluída na culinária vegana?

Caso você não saiba, a cevada pode ser consumida crua ou cozida, o que faz com que seja incluída de diversas formas no cardápio vegano. Seja adicionado em saladas, ou em sopas, ou até mesmo em pães, mantendo assim suas propriedades nutritivas. Como considera Flavio Giusti, a cevada é encontrada facilmente no mercado em forma de farelo, para substituir a farinha de trigo, por exemplo.

Na visão do ex-MasterChef, é perceptível como o veganismo foi e continua sendo alvo de críticas, por conta da ignorância social que provém do desconhecimento. Logo, por meio dos seus livros de receitas culinárias, Flavio Giusti busca oferecer alternativas práticas e acessíveis ao seu público, com ingredientes conhecidos, tal qual a cevada que é um cereal usado para diversas finalidades, como: sopa de tomate de cevada, feijão cozido com cevada, pilaf de cevada e cogumelos, dentre outras.

Assim, se deseja conhecer melhor o trabalho de Flavio Giusti, não deixe de segui-lo no instagram (@vegetarirango) e se inscrever no seu canal do youtube (Flavio Giusti), redes essas nas quais ele ensina muitos pratos diferentes e auxilia você na transição para o vegetarianismo.

Mais Lidas