sexta-feira, maio 24, 2024
HomeBrasilMinistro da Integração visitará áreas afetadas pelas chuvas em Manaus

Ministro da Integração visitará áreas afetadas pelas chuvas em Manaus

Waldez Góes visitará áreas das zonas Leste e Norte, incluindo o bairro Jorge Teixeira, onde oito pessoas morreram após um deslizamento, e a Comunidade Manaus 2000, onde casas foram arrastadas pela correnteza.

Após as chuvas afetarem Manaus, o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes estará na capital neste domingo (26). Ele visitará as áreas atingidas, incluindo o bairro Jorge Teixeira, onde oito pessoas morreram após um deslizamento, e a Comunidade Manaus 2000, onde casas foram arrastadas pela correnteza.

O ministro estará acompanhado do governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil) e do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante).

O anúncio da visita foi feito no sábado pelo prefeito. “Conversei com o ministro pela manhã e ele estará visitando a cidade do Rio Branco que foi muito afetada pelas chuvas, assim como Manaus”, afirmou David Almeida.

De acordo com a prefeitura, o roteiro de visitas inclui bairros das zonas Leste e Norte de Manaus. “Após as visitas, às 15h30 [horário de Manaus], concederão entrevista coletiva na Rua Topázio, bairro Jorge Teixeira”, informou a prefeitura.

Chuvas castigam Manaus
As chuvas esporádicas do primeiro trimestre têm castigado famílias que moram em áreas de risco em Manaus. Na manhã de sábado, um forte e demorado temporal afetou famílias em diferentes pontos da Zona Leste.

Ao todo, 172 famílias ficaram desabrigadas. Atualmente, eles estão abrigadas na Escola Municipal Aristóteles Comte de Alencar, na Rua I, bairro Armando Mendes, Zona Leste, e na Escola Municipal Jorge de Resende Sobrinho, localizada na Rua Nova Esperança, Tancredo Neves. As duas escolas estão recebendo doações para os desabrigados.

Os prejuízos causados pelas chuvas não param nos bens materiais. No dia 12 deste mês, um deslizamento de terra atingiu casas no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, e deixou oito mortos.

Mais Lidas