sexta-feira, maio 24, 2024
HomeNoticiasVenda de álcool líquido 70% será proibida a partir de maio, alerta...

Venda de álcool líquido 70% será proibida a partir de maio, alerta Visa Manaus

A venda de álcool líquido 70% será proibida a partir de 1º de maio, segundo a Diretoria de Vigilância Sanitária (Visa Manaus) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A determinação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No entanto, enquanto a proibição não entrou em vigor, a comercialização do produto segue permitida, conforme o diretor do órgão, Ewerton Wanderley.

“Até o dia 30 de abril, os supermercados, mercadinhos, mercearias e farmácias que ainda tiverem estoques do produto poderão vendê-lo normalmente à população. De 1º de maio em diante, porém, o comércio do álcool líquido 70% não será mais permitido, e os produtos que ainda não tiverem sido vendidos deverão ser devolvidos ao fornecedor ou aproveitados exclusivamente para a higienização dos estabelecimentos”, explicou.

Segundo a Visa Manaus, o álcool líquido 70% é um produto altamente inflamável, utilizado com frequência no acendimento de fogueiras e churrasqueiras.

“A venda do álcool 70% voltou a ser permitida, de forma temporária e excepcional, durante a pandemia de Covid-19, para atender a grande demanda da população por álcool gel. Naquele momento, a higienização das mãos e superfícies era prioridade para combater o risco de contaminação pelo Coronavírus’, contou Ewerton.

O gerente de Vigilância de Medicamentos da Visa Manaus, João Kinsey, acrescentou ainda que a higienização das mãos com água e sabonete continua sendo a mais recomendada. “A eficácia da limpeza é a mesma que a do álcool 70%, com a vantagem de evitar exposições desnecessárias ao álcool”.

De acordo com a resolução da Anvisa (RDC nº 691/2022), a venda do álcool líquido 70% ficará restrita a serviços de saúde, como hospitais e laboratórios, e também a empresas que necessitem de uma esterilização específica. O produto, porém, ainda poderá ser comercializado na forma de álcool gel e spray aerossol, por serem formatos que dificultam a ingestão, causa de grande parte dos acidentes domésticos.

Monitoramento
Com a vigência da proibição, a Visa Manaus irá realizar ações de fiscalização para verificar o comércio do álcool líquido 70% na capital amazonense.

“Nossos fiscais irão monitorar se o produto ainda está disponível para venda nos estabelecimentos que costumam ofertá-lo, como farmácias, supermercados e comércios varejistas, para orientar sobre a decisão do Governo Federa”, concluiu o diretor.

Mais Lidas