sábado, maio 18, 2024
HomeNoticiasMicroagulhamento passo a passo: simplificando tudo o que você precisa saber

Microagulhamento passo a passo: simplificando tudo o que você precisa saber

Para o Dr. Daniel Dias Machado — profissional formado na tríade da saúde: enfermagem, biomedicina e pós-graduado em biomedicina estética —, o microagulhamento é uma das técnicas de harmonização facial mais famosas da estética. No entanto, você sabe, afinal, no que ele consiste, o microagulhamento passo a passo ou, ainda, do que se trata a harmonização facial? Se sua resposta for não, então este artigo é para você! Confira-o!

Entendendo o que é harmonização facial

O fato é que, diferentemente do que muita gente acredita, a harmonização facial não se trata de um procedimento estético único, senão do nome dado ao conjunto de técnicas e tratamentos responsáveis pela harmonia do rosto e da pele, reduzindo, na prática, manchas, acnes, cicatrizes e marcas do tempo. Isso quer dizer que o microagulhamento nada mais é que uma técnica de harmonização. 

E o que é o microagulhamento?

Desse modo, se você está se questionando do que se trata, afinal, o microagulhamento, é interessante saber que esse é, nada mais, nada menos, que uma técnica que utiliza microagulhas para provocar lesões na pele, deslizando na mesma enquanto estimula a formação de colágeno e, consequentemente, provoca a sua firmeza e sustentação.

De maneira geral, é um procedimento que gera sim, um pouco de dor e desconforto, no entanto, essas podem ser evitadas se utilizada uma pomada anestésica eficaz. Além disso, é interessante saber que, para realizá-lo — segundo o biomédico esteta Daniel Dias Machado —, é importante seguir o microagulhamento passo a passo, o qual consiste, por sua vez, em:

  1. Lavar o rosto com água gelada ou fria e sabonete neutro; 
  1. Aplicar uma camada grossa de pomada anestésica e deixar agir por, pelo menos, 30 minutos;
  1. Remover a pomada com água gelada ou fria ou com soro fisiológico;
  1. Passar, manualmente, o aparelho de microagulhamento em cada parte do rosto, utilizando-se das técnicas apropriadas;
  1. Limpar o rosto com soro fisiológico após esse processo;
  1. Aplicar produto final com capacidade hidratante, a depender de cada tipo de pele.

Como visto, o microagulhamento passo a passo não é uma tarefa muito difícil ou complexa, senão algo que exige, apenas, conhecimento especializado para sua realização. Isso porque, utilizar o rolo de microagulhamento não é brincadeira, o que significa que, ainda que simples, deve ser manuseado com seriedade e conhecimento, para que não sejam causadas lesões desnecessárias na pele.

Para o Dr. Daniel Dias Machado, contar com um profissional bem orientado, ainda, é de suma importância para que não somente perigos sejam evitados, como também os benefícios do procedimento sejam assegurados. Os benefícios do microagulhamento passo a passo, por sua vez, consistem em eliminar cicatrizes, diminuir os poros dilatados da pele, combater rugas e promover o rejuvenescimento da pele, diminuir linhas de expressão e clarear manchas. Perfeito, você não acha?

Mais Lidas